Como a automação pode beneficiar as plantas de saneamento no Brasil

Quando o assunto é tratamento e fornecimento de água, existem inúmeros desafios para realizá-la de forma eficiente, com alta qualidade e de maneira rentável.

Buscando a rentabilidade da operação dois pontos são essenciais a serem trabalhados: a perda de insumos e economia de energia. A grande maioria das plantas de saneamento no Brasil e na América Latina são muito antigas, construídas no século passado, e com um grau de tecnologia aplicada muito baixa e, consequentemente, pouco eficientes, na maioria delas os processos ainda 100% mecanizados com interação total dos operadores sem nenhum sistema de automação ou gestão.

Imagine que um operador tenha como função abrir manualmente válvulas para obter 30% de vazão. Por mais experiente que esse profissional seja, não há como precisar a porcentagem desejada e tão pouco é possível garantir repetibilidade nesta ação, é quase certo afirmar que se essa válvula for aberta e fechada 10 vezes pelo mesmo operador, os valores de vazão provavelmente serão todos diferentes, próximos ao valor desejado, mas ainda assim, serão diferentes.

Ao serem analisados individualmente, estes erros parecem pequenos ao longo de um dia ou uma semana, mas em um mês vão se tornando erros consideráveis, trazendo perdas de eficiência e, principalmente financeiras.

Para mudar este cenário, é necessário investir em sistema de automação. Com esta tecnologia é possível ter melhor controle dos processos, qualidade na entrega do produto – água tratada -, redução de perdas e economia nos custos com energia e insumos.

A automação pode ser feita com um CLP – Controlador Lógico Programável – que permite a implementação de funções de controle, realizar operações lógicas e interfaces de comunicação para a troca de informações, inclusive com outros sistemas.

Os controladores exercem comando sobre os atuadores de dispositivos hidromecânicos, tais como válvulas e bombas, e obtém o controle de acordo com os objetivos estabelecidos. Com base em informações obtidas através de sensores que monitoram as variáveis para ficarem dentro do seu estado de interesse ao processo.
Alguns exemplos bem claros e ilustrativos:

  • A administração química quando controlada reduz os custos com os insumos químicos ao otimizar sua dosagem evitando perdas e ou sobredosagem e alonga a vida dos dispositivos de dosagem ao evitar os ciclos de On/Off dos mesmos.
  • O processo de aeração fornece oxigênio a fim de estabilizar a água do esgoto e eliminar as bactérias, combinar a saída de amônia e sensores DO com o PLC e drives reduz de forma significativa o uso de energia.

Obtenha mais flexibilidade, confiabilidade e eficiência fornecendo água limpa com nossas soluções completas de automação para o saneamento!

Como apresentado, combinar soluções inteligentes certamente reduzirá o consumo de energia, a energia elétrica é a principal matéria prima em uma planta de tratamento de água e ou esgoto, reduzir esse valor é aumentar de forma direta a rentabilidade da operação, ao mesmo tempo em que você garante qualidade do produto a ser entregue, tudo isso de maneira escalonável e com repetibilidade, e ajudará a redução do uso de outros insumos utilizados no processo, já que serão utilizados apenas a quantidade correta para o perfeito funcionamento do processo, sem desperdícios e perdas.

Com a solução de automação da ABB, por meio da plataforma do CLP AC500, é possível fazer tudo isso. Você automatiza o processo e garante a qualidade da água tratada, com o menor custo possível.

A plataforma de PLC AC500 da ABB oferece diferentes níveis de desempenho e flexibilidade, sendo ideal para a planta de saneamento, onde se necessita de alta disponibilidade, monitoramento da condição de operação e controle. Idealizado de forma modular, controladores programáveis podem projetar e implementar configurações adequadas para os processos de automação da planta de saneamento.

Precisa desta solução na sua planta? Fale conosco, clique aqui e entraremos em contato.

Links importantes

Clique aqui e inscreva-se na newsletter Consultor Confiável e receba as novidades para o segmento!
Categorias and Tags
Sobre o(a) autor(a)

Rodrigo Teixeira

Gerente do segmento de água e saneamento da ABB Motion
Related stories
Comente neste post